quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

O Canto da Rendição



Preciso que abraces o Desconhecido.
Enalteço a forma como ignoras o Medo que apenas Te pode tolher e encarcerar na vulgaridade do Sentir… pois tens noção da Poesia que pulula na Escuridão. Onde a mente corre desenfreada… acossada. Onde os detalhes despontam e as conjecturas entre a Realidade e a Fantasia carburam o Coração. Menos receosa daquilo que conheço. Mais receosa daquilo que desconheces. Do que existe para além das Tuas portas cerradas, para as quais possuo as chaves que as escancarão. Nada temas do que irei libertar e extrair de Ti… pois uma vez desvendada… compreenderás que não precisas de voltar a fingir que as portas estão lá. Assimilarás que precisas de tudo aquilo que eu descobrir em Ti… que precisas disto… que precisas de mim!

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

My...


... Precious!







Tudo bem… admito que a alusão cinematográfica é rebuscada… para não dizer RABOscada…
Mas bem vistas as coisas, também nunca será presunção defender que este post tem o seu quê de brilhante…

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Heartbeat



Abominamos o adeus! A melosa fragrância do Sexo reveste-nos como uma segunda pele, deixando-nos reféns do momento. O Teu Sabor perdura na minha língua e nos meus lábios. Ascendo e serpenteio gentilmente no Teu corpo para Te depositar um beijo, num contraste total relativamente à ferocidade que Te havia administrado há momentos. A Tua mão apodera-se do puxador da porta. Talvez seja sinónimo de doce exaustão… talvez seja o quotidiano a clamar impiedosamente pela nossa comparência. Saboreio então uma derradeira partilha de batimentos cardíacos conTigo… numa vã tentativa para suspender o tempo.

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Algumas...



... sonham com ouro, diamantes, rubis, esmeraldas...
Prefiro uma Mulher que sabe realmente escolher um Colar.

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Sexo de Perdição



Seguiste escrupulosamente as minhas instruções. Na orla do desassossego, negaste-Te a semana inteira. Atormentada, foste tropeçando na distracção das actividades diárias. As negas repetitivas geraram em Ti uma fome sexual que Te deixava num estado de palpitação constante. Ávida por atenção, fricção e ensandecida penetração. A ordem de exclusão de lingerie do Teu vestuário semanal foi uma missão que serviu claramente para tingir a florescência do Teu Desejo... Adornada com uma Flor cujas pétalas pingavam um orvalho que clamava pelo raio solar… Até hoje!
Sentes a (minha) temperatura? Sentes a canícula? Então… prepara-Te para uma Tempestade Solar repleta de explosões múltiplas. Hoje transformarei o Inverno em Verão.

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

ArTesão



Detenho-me neste movimento
Bem mais lento
Do que o Teu intento
Com a velocidade de um Pôr-do-Sol
Alternando a tensão do tecido
Com a tensão da Tua ebulição
Num arco lânguido… detido
No Teu arrepio sob o meu toque rendido
Que comunica acima de qualquer verbalização.

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Os Grilhões da Luxúria



À medida que o frio do metal das algemas descrevia uma tangente às Tuas mãos, a expressão de choque no Teu rosto era traída pela turgidez dos Teus mamilos sob o vestido delicado. Com a destreza de um ataque feroz, despojei -Te do empecilho. O calor da Tua pele exposta contrastava com o frio inexorável da parede. Naquela escapadinha não foram necessárias palavras, pois o fogo presente no meu olhar rugia claramente o intento devasso de Te despedaçar selvaticamente… mesmo com os convidados a escassos metros do quarto. A música trovejante abafou certamente o Teu choro libidinoso de puro êxtase.

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Viagem ao Centro de Ti



A minha Paixão robustece e pulsa tão exaltada, que me impele a estar contigo, dentro de Ti, tão próximo quanto possível do Teu âmago. Sinto-Te encharcada, quente, suave… tão lúbrica que resvalo em Ti sem qualquer recalcamento. Arremesso... Estremeço… Paro… disparo... mas sem esmorecer, pois apenas me deterei quando a minha Cabeça repousar no local mais profundo do Teu Ser.

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Sexo de Perdição



Lá fora, cai uma chuva fria.
Cá dentro, o sotavento libidinoso pressagia uma torrente de Chuva Quente.
Na Tua pele de porcelana deixarei o meu trilho de fogo… Transformarei a linguagem em pele e irei esfregá-la em Ti… até Te aperceberes que a Lareira deixou de ser espectadora, para se tornar passageira no curso da nossa União. 

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

GPSex



Ele conseguia derretê-La até ao tutano. Com a sua sonda erógena movia-se com destreza pelo seu corpo de delito, tocando… provando… saboreando… devorando… inaugurando sensações que sempre lhe estiveram veladas. Engendrando combinações inesperadas de sinuosidade carnal, que lhe usurpavam a orientação sensorial… deixando-A suplicando por um resgate voluptuoso. É este desenlace frenético que Ele persegue… este destino que Ela comporta de uma forma voraz e inaudita.

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Apneia Orgástica



Serei o Teu Marinheiro
Minha lúbrica Sereia
Engolido por esse mar sorrateiro
Onde mergulho em apneia
Munido pelo meu arpão
Para uma batalha épica de Tesão
Que nos eternizará numa Odisseia.

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

O Efeito Borboleta



Estabeleces diante do meu olhar uma Paisagem que me catapulta do plano contemplativo para o plano interactivo. As Tuas mamas ondulam à medida que os primeiros arrepios se fazem sentir quando perfazes a posição arquitectada. Os ténues contornos da Tua auréola e o ponto de exclamação dos Teus mamilos propagam o brilho da Tua moldura feminina. O Teu aroma arrebata-me os sentidos. O Teu sabor detém-se na minha boca. Banho-me… encharco-me neste Momento. Maravilho-me na Tua profunda beleza. Aproximo-me mais e solto a língua desaforada, desde o estimulante orifício sombrio até ao quente buraco reluzente. Com tacto esmerado, insiro um dedo em Ti. Sou recebido por um latejar quente e húmido, enquanto digito a caminho do meu destino. Chegado ao ponto específico, admiro como um movimento subtilmente deliberado sacode todo o Teu cerne, fazendo-Te renascer para mim. Desabo estonteado em Ti… nessas vibrações sísmicas que acolhem o meu toque, mesmo quando ele deixa de ser ténue como a brisa provocada pelo adejar de uma borboleta, para provocar o tumulto de mil e uma monções.

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Domina(dor)



Dizer que és Bela… nunca será o mesmo que fazer-Te sentir Bela.
Irás sentir-Te vulnerável sob o meu Jugo. Todavia, essa Visão de Tentação em completa Devoção erguer-me-á numa dimensão colossal, proclamando-me Tutelar da Tua Ascensão.
Minha Beldade… serás sempre uma extensão da minha Vontade.

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

exCITAÇÕES



Ample make this bed.
Make this bed with awe;
In it wait till judgment break
Excellent and fair.

Be its mattress straight,
Be its pillow round;
Let no sunrise' yellow noise
Interrupt this ground.


Emily Dickinson 

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Irrefreável



Fervilho… e a ausência de superlativos faz com que toda a expressão verbal soe banal. Desejo ser feroz Contigo! O Teu olhar aliado a esse Sorriso travesso, compele a liberação de todo o Poder que foi acumulando em mim. Desejo arremessar-Te na cama e expor essas curvas intoxicantes rasgando essas roupas de tal forma, que se excluirá a possibilidade de uso futuro. Desejo revirar-Te como uma Boneca de Trapos, erguendo essas ancas para uma inevitável colisão. Desejo esbulhar a Tua compostura sublimada, agarrar num bouquet dos Teus cabelos e galgar-Te selvaticamente pela noite orvalhada, até resvalar no Dilúvio do Teu clímax.

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

UM



Algures no Tempo, surgirá o reconhecimento genuíno de duas Almas forjadas em conjunto.
Sou um Louco porventura, mas com percepção mística. Irei sucumbir em Tudo o que representas… renascendo com Todos os Sentidos despertos… unificado pelas Emoções… pela minha Devoção… Obediência… Entrega… Amor!

Relembra-Te disto em todos os Teus amanheceres… pensa em dois Corpos… duas Mentes… dois Corações… pensa na inevitabilidade da nossa Fusão Erótica… no Trilho Perfeito… Cru, Real, Fora de Controlo… Perdidos… e Encontrados!

Pensa em Palavras e Sonhos materializados em Carne… em Deuses e Demónios… ambos enraizados nesta Aliança… Feitos UM!

sábado, 5 de janeiro de 2013

Bom Dia!



Sê uma boa Menina e traz o Pequeno-Almoço à Cama.
Desejo Mel, Sucos… tudo o que me desejares ofertar. Estou esfomeado!
Amo despertar com a Tua doçura… com o Teu calor pressionado contra as feições do meu rosto. Quero sentir esse Néctar a pingar na minha língua sob o Teu olhar revirado de prazer. Inspiro profundamente e sopro nessas pétalas enrubescidas… que se contorcem ao receber os raios matinais do meu fulgor. A ponta do meu nariz pressiona o botão desvelado do teu clítoris. Firmo essas ancas e afundo-me na Tua seiva. Sorvo. Alago a minha Sede e vislumbro o Teu sorriso travesso de regozijo. Quem alimentou quem?
Pouco importa, pois em suma, ambos sabemos que o Pequeno-Almoço é a refeição mais importante do Dia.

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Memórias de Imersão



Mergulho. Recorro ao poder imersivo da Água para expurgar da Alma o Pó do Quotidiano.
Esta Banheira de Hidromassagem que me aninha carece da Tua presença… comigo. Aguardo… Relaxo… Cerro o olhar e naufrago na recordação da partilha de uma Banheira Vitoriana no Alto Douro Vinhateiro… de uma Banheira Romana no Verão de 2010 em Capri… das delícias de uma Banheira Ofurô num entardecer em Praga… Suspiro! Amo Banheiras… autênticos Berços de Suspiros. O calor temperado desta água evoca o calor destemperado do Teu Corpo… o seu ténue ondear provém da forma como a Tua memória açoita a minha pele afoita… a luz das velas reproduz o brilho dos Teus olhos… o adejar da chama descreve o serpentear das Tuas ancas… as fragrâncias do óleo aludem ao olor inebriante que emana da Tua pele… Aguardo(Te)… em ponto de ebulição...

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

.|.



Há uma personagem com perfil no Blogger, sob o nome de Ana Cequeira, que desconhecendo o facto de eu ter possuído uma página no Tumblr, visionou a minha fotografia do post anterior espalhado por um outro Tumblr qualquer há meses e dedicou o dia de hoje a tentar ofender-me. Em tempos um famoso jogador de futebol apelidado Zlatan Ibrahimovic, quando questionado sobre a sua possível homossexualidade por uma repórter respondeu-lhe qualquer coisa como: «Aparece lá em casa que eu respondo à tua questão… e traz a tua prima». Ora, para tentar provar a autenticidade da minha imagem, até cheguei a responder à (suposta) moçoila por mail, perguntando-lhe se desejaria encontrar-se comigo pessoalmente, para tirar as dúvidas a limpo. Mas o mais ridículo na perseguição desta figura, foi até ter dedicado o seu tempo a tentar difamar-me enviando mails para pessoas que me comentam e seguem. Há mesmo gente com muito tempo livre sem nada para fazer... e eu poderia dar-lhe tantas sugestões sobre como se entreter pelas horas...

Compartilhei este caso com uma outra Blogger que sempre se revelou uma amiga excepcional, que sugeriu imediatamente a possibilidade de publicar um post tirando uma foto exclusiva como resposta à personagem. Aquiesci, mas esta será a última/única vez que respondo a alguém tão invejoso ou frustrado como esta Cequeira. Este meu recanto é um espaço Supra-Pessoal de purgação de desejos que me alicerçam a existência. Pouco me interessa se sou muito ou pouco comentado/visitado. Pouco me interessa se me consideram um Deus Romano ou um Imberbe com Obesidade Mórbida. Não escrevo para engate. Escrevo por mim e para mim. Publico por mim e para mim. Se surgir alguém que realmente me VÊ e consegue desconstruir as camadas da Minha Verdadeira Essência… esse alguém sempre receberá a minha Vénia e até, possivelmente, a minha Amizade. Para os(as) restantes, remeto-vos a partir de hoje para a insignificância. Cara Ana, se realmente fores uma Mulher, tenho pena que vivas frustrada com a impossibilidade de engatar um rapaz, ou então sugiro que peças ao teu namorado/marido que faça mais exercício físico. Se fores um rapaz camuflado com nome feminino, sugiro que trates dessa inveja… afinal de contas, existem imensas formas de lipoaspiração hoje em dia.

Eu... Teu...