quinta-feira, 7 de março de 2013

Com Tacto



Contacto. No seu estágio mais privado e devasso. Quando o Tempo distende para ambos. Quando o Teu património colapsa nas minhas palavras e nos meus dedos. Propriedades que adornas refinadamente até ao momento em que são clamadas por mim. Removidas de Ti. Vagarosamente no início e depois em vagas. Premindo alternadamente os botões (doce e rude) do Teu interruptor. Um dedo. Depois dois. Arrancando a polpa das Tuas entranhas. Palavras emudecidas que pilam a falsa modéstia que Te foi leccionada. Até cederes na palma da minha mão. Com um estalido tão ensurdecedor que, inacreditavelmente, nem todos os ouvidos sabem escutar. Acompanhado por um bom punhado dos Teus cabelos que reivindico com um puxão. Pois quero mais! Quero Tudo!! Puxar-Te… saquear-Te… dizimar-Te… arquear-Te… beijar-Te… enquanto explodes como uma Supernova.

8 comentários:

  1. Respostas
    1. Sinto-me lisonjeado por este meu recanto de Suspiros arrancar um "Da Malena"... :)

      Beijos

      Eliminar

  2. Um gemido doce,
    E uma "palmada" rude!

    Tão bom ;)

    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Combinação deliciosamente agridoce.

      Beijinho :)

      Eliminar
  3. Ai, gostei tanto da imagem como do texto.
    Fiquei quente... obrigada.

    Um beijo sexy,
    Ana

    ResponderEliminar
  4. O ConCacto meu querido Eros....Essa fantástica capacidade de Tocar, em toda a abrangência do seu significado. Tens inequivocamente esse poder nos dedos. Se me elevas ao prazer quando os usas para grifar palavras, ao manobrá-los num corpo estou certa que provocarás essa explosão estelar capaz de brilhar como cem mil milhões de sóis e irradiar tanta energia como a que o Sol emitiria durante dez mil milhões de anos.
    Uma Estrela atinge o auge da sua beleza na morte...mas farás com Ela morra e rescuscite muitas vezes com o teu Tacto.

    Para a Tua supernova, deixo SuperNada com "Nova Estrela"

    http://youtu.be/arU7dJKTaxk

    "Não falei que é certo
    Só que existe em nós
    É meu desejo sim eu vou
    Em nosso medo eu volto
    Não adianta vamos ser sempre nós
    Voltas a pensar isso é estranho
    Como é estranho ver nosso amor mudar
    ...."

    Beijooooos
    da Tua *Estrela*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Manel Cruz é um Poeta magnífico, mas as tuas palavras estão igualmente repletas de pequenas explosões de Poesia.
      Obrigado!

      Eliminar