quinta-feira, 14 de março de 2013

Onde eu começo e Tu acabas



Ele apenas queria uma manifestação física de desejo. Uma centelha!
As manifestações físicas de desejo representam muito mais do que dureza ou humidade. Representam desarmamento e armamento. Representam mutação dos conceitos vulgares. Representam a sintonia de todos os átomos do Corpo com as vicissitudes da Alma penetrada… e vice-versa. Como um Orgasmo nunca será o mesmo depois de A ter provado. Como essa certeza o faz sorrir. Como essa certeza lhe deixa o coração apertado quando a distância reina. Como ele desejaria ter o poder para A desarmar, discretamente, em bares, restaurantes ou na fila para o Cinema. Como num preciso e precioso momento ele acrescentaria o dedo médio, o anelar e o polegar para literalmente espremer do interior Dela o que lhe pertencia. Como Ela iria parar de respirar, arquear arrebatada e contorcer os dedos dos pés ao sentir-se escorrer exclusivamente para ele. Como ele A iria manter a flutuar na ponta dos seus dedos até reivindicar a derradeira gota de expressão orgástica. Como isto não seria suficiente. Como Ela desejaria que ele A preenchesse no retiro onde havia instigado um maremoto. Como ele deseja ver os seus beijos ávidos a desencadear incêndios quotidianos nas suas folhas molhadas.

14 comentários:

  1. Como não seria suficiente senti-lo embrenhar-se no seu corpo. Entranhar-se na sua pele. Cravar-se na sua carne.
    Como Ela desejaria pertencer-lhe todos os dias. Entregar-se a todas as horas. Ser única e exclusivamente dele. De corpo e alma.
    Como Ela almeja ser o foco de um ardente, imensurável e eterno amor carnal.
    Um amor que a desarmasse e armasse.

    Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como ele certamente viveria mil vidas ao ler, saber e beber estas palavras dEla.

      Eliminar
  2. deliciosa foto, bonito o jogo de mãos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Absolutamente!
      Realça a Fusão.

      Eliminar
  3. Adorei a foto e o texto. Excelentes como sempre :)


    Beijo

    ResponderEliminar

  4. As manifestações físicas do desejo surgem nos mais pequenos actos,
    E são esses que nos fazem sentir mais a essência do mesmo,
    Porque desarmar-se no deleite d'Ele é fácil,
    Armá-Lo de desejo é Arte...

    :)
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não poderia estar mais de acordo.

      Eliminar
  5. A Fusão é tal que não há princípio nem fim, apenas... Infinito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aqui a simbologia do Anel, de uma Aliança ou de um círculo, ajusta-se maravilhosamente. Envolvência e Unidade... sem princípio e fim, como dizes. Eterno!

      Eliminar
  6. Isso seria a prefeição!

    ResponderEliminar
  7. Uma entrega verdadeira... :)

    Perfeito este teu texto, gostei :)

    Um beijinho*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdadeira, Genuína e Singular!

      Eliminar