terça-feira, 30 de abril de 2013

Quimera (?)



O Teu corpo capitula devotadamente comigo, sem qualquer parcimónia.
Mas as Tuas palavras nem sempre…
Um dia, irei saquear as Tuas palavras… apenas por um fragmento temporal.
Amo demasiado as Tuas palavras, para Te espoliar eternamente das mesmas.
Não irei silenciar-Te. Irei emudecer-Te.
Não usarei uma mordaça… nem pensar!
Não serei cruel, nem déspota… pois continuarás na posse das palavras.
Irei tomá-las de Ti, de uma forma que jamais conseguiram extorqui-las de Ti.
Irei clamá-las com as minhas próprias palavras.
Irei desvendar as palavras que uma vez proferidas irão sulcar uma trincheira na Tua própria mente, para manter cativo os Teus pensamentos.
Como uma Força de Intervenção bem treinada, irei apreender o Teu fôlego e irei dizimar o Teu vocabulário, deixando-Te apenas com duas palavras que libertarás num derradeiro suspiro:
«Sou Tua!»

18 comentários:


  1. Porque as duas últimas palavras suspiradas equivalem a um discurso de mais de mil...

    Beijos e bom dia, Eros ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Representam uma palestra motivacional.

      Beijo e votos de um belo dia, menina Eva :)

      Eliminar
  2. Um rumor intimo,Eros e da certeza tenho, que, na mais bela quimera, ela suspirará o anseio.

    Um bom dia, Eros

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois então que o Rumor se transforme em Clamor... que o Clamor dê lugar ao Rubor... e que o Rubor sintetize o Amor.

      Bom dia Soul e votos de uma noite ainda melhor.

      Eliminar
  3. É difícil falar de amor, do amor que sentimos, de tudo o que nos vai na alma...mesmo falando, muito fica por dizer...escolher as palavras para espelhar sentimentos é tarefa difícil. Quem fala...por vezes cala...quem escuta quer sempre mais., nunca chega.
    Num vocabulário tão vasto...será que existe as palavras certas para falar de amor?não será está uma busca inglória, que jamais satisfará os corações apaixonados?
    Tenta-se...entre repetições e inovações...escravizamos palavras para tentar o impossível, e assim seguimos falando e calando...mas certamente sentindo!

    Mesmo tendo o poder da palavra...esta nunca será verdadeiramente nossa!

    Ártemis

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há que suar o vocabulário e exercitar os dotes da língua para dignificar todo e qualquer Sentimento que nos avassale.
      É maravilhoso e essencial Viver um Sentimento, mas imortalizá-lo em palavras é um Monumento que nunca deverá ser menosprezado ou ignorado. Quando há uma Musa... a Ode deverá assomar... sempre!

      Eliminar
  4. Se as palavras transportarem o sentir, se o namorar com o olhar for reciproco... então certamente pouco faltará dizer...
    PM



    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Comunicam-se epopeias com um suspiro.
      E nessa fusão imaculada que descreves... restará (almejar) Viver.

      Eliminar
  5. Que te percas nessa caça de palavras e que no final,ela seja toda tua.
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh, e que Doce Perdição...

      Beijinho

      Eliminar
  6. Não há nada mais libertador que "Admitir" ser alguém por escolha !! Eu queria e muito mais do que desejar, dizer, viver é tudo isso.
    Eros com a sua infinita forma de amar, sonho de amor, é a liberdade que nos prende, nos unifica.

    Grata por sentir-te em intensidade.

    Beijos Meus

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É justamente isso... é um Sonho de Amor do qual não fico cativo... no qual me sinto libertado.
      E só assim a intensidade atinge o zénite almejado.

      Beijos

      Eliminar
  7. Absoluta entrega, que seja recíproca... adorável quimera!
    Beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não almejo a reciprocidade... aliás, a Entrega não depende dessa reciprocidade. Longe vão os tempos recentes em que me lia mal... a mim próprio. O que dou, a intensidade do que oferto é dedicado em prol do desabrochar de um sorriso... interno e no foco do meu Sentimento.

      Beijos

      Eliminar
  8. Respostas
    1. Obrigado Sophysticada...
      Curioso, o facto de fascinar as "desconhecidas" e ser tão insignificante para o foco destas palavras. A vida é mesmo fascinante e curiosa... :)

      Beijo

      Eliminar
  9. Quando uma mulher serpente se une ao furioso sopro ardente de um leão gigante, na unicidade de um só ser.....e há vocabulário que fica por dizimar, há realmente que pensar se é uma quimera por que valha a pena continuar a sonhar.

    Fosse a tua Quimera por um Olhar e não tivessem pérolas aparecido no teu caminho....esta faixa seria perfeita! Ainda assim não resisto a deixar o Sérgio, porque o vi pela milionésima vez a semana passada (e sabe sempre bem) e porque me tocou logo esta desde o primeiro segundo que li o título.

    ”Quero
    Querido
    sussurrar-te um "quero tudo"
    ao teu ouvido

    tudo
    contudo
    é bem pouco para o muito
    em que me desnudo

    Eu quero
    eu queria a lua
    eu quero a tua
    boca que eu quero tocar
    se estou já nua

    Quero
    carente
    quero o zero
    da contagem decrescente

    Quebra
    limites
    leva a mão que te apetece
    aos apetites

    Eu quero
    a lua e Vénus
    quero ao menos
    toda a luz
    que o sol me traz
    quando nos vemos
    ...
    Eu quero pisar luas
    quero as tuas
    pernas com que a coisas lindas
    me habituas

    Eu quero a quimera
    quem dera
    fosse a do ouro do teu olhar

    Eu quero a quimera do ouro
    brilhando à luz do teu olhar”


    Curiosamente não se consegue encontrar esta faixa no YouTube, mas também, não carece de apresentações :)

    Beijos constelados
    da Tua *Estrela*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma faixa embrulhada numa letra realmente arrebatadora.

      Vale sempre a pena Sonhar, mesmo quando vivemos um Sonho. Pois há sonhos dentro de sonhos e esses apesar de raros, jamais são medonhos, nem tristonhos... Eles deixam-nos risonhos.

      Caramba, com esta história de sonhos, lembrei-me da tua pastelaria... raios, que ataque de gula!! :)

      Beijos constelados

      Eliminar